BIOGRAFIA

Paulo Oliveira (n. 1979) é um dos mais destacados pianistas portugueses da sua geração. Natural de Vila do Conde, iniciou os seus estudos musicais aos nove anos com Joaquim Bento. Seguidamente ingressou na Academia de Música de S. Pio X como bolseiro da Fundação Dr. Elias de Aguiar. Nesta instituição estudou com Margarida Almeida e Felipe Silvestre, tendo finalizado o Curso Complementar de Piano em 1998 com a classificação máxima. Posteriormente estudou com Tania Achot, concluindo o Curso Superior de Piano na Escola Superior de Música de Lisboa, uma vez mais com as mais altas classificações.
Continuou a sua formação com Sequeira Costa na Universidade do Kansas, com quem estudou durante quase uma década, herdando assim os mais fiéis conhecimentos da era dourada do piano, que o seu mestre tinha recebido directamente de Vianna da Motta, Mark Hamburg, Edwin Fischer, Marguerite Long e Jacques Février. Nesta universidade concluiu estudos de mestrado em 2005, como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Posteriormente, em 2009 concluiu com distinção o seu doutoramento com uma bolsa de estudos da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
Outros professores relevantes na sua formação foram Helena Sá e Costa, Luiz de Moura Castro, Andrei Diev, Vladimir Viardo, Vitaly Margulis, Aldo Ciccolini, Paul Badura-Skoda e Dmitri Bashkirov.
Foi distinguido com diversos prémios em concursos nacionais e internacionais, destacando-se o prémio que obteve no “Concurso Internacional de Piano Vianna da Motta,” o 1º prémio no “Concurso Internacional Bartók-Kabalevsky-Prokofiev,” o 2º prémio no “Concurso de Interpretação do Estoril | Prémio El Corte Inglés” e o 1º prémio no “Festival Jovens Pianistas 2010 - Prémio Chopin” - organizado pela Orquestra Metropolitana de Lisboa. Foi ainda vencedor da “Kansas University Symphony Orchestra Concerto Competition”. O duo que mantém com a violoncelista Teresa Valente Pereira foi premiado num recital realizado no “Palau de la Música Catalana” em Barcelona.
Paulo Oliveira tem-se apresentado a solo, com orquestra e em música de câmara em Portugal, Espanha, Andorra, Itália, França, Reino Unido, Polónia, Brasil, Estados Unidos da América, e gravou para a RDP – Antena 2, Radio France e Catalunya Ràdio.
Tocou a solo com a Orquestra Sinfónica da Universidade do Kansas, Orquestra Clássica de Espinho, Orquestra Metropolitana de Lisboa e Orquestra Sinfónica Portuguesa, sob a direcção dos maestros Nicholas Uljanov, Steven McDonald, Pedro Neves, Cesário Costa e Daniel Klajner.
Paulo Oliveira lecciona actualmente no Conservatório Nacional em Lisboa e no Instituto Piaget de Viseu e Almada.